Júri Oficial

O Levante tem como intuito, além de exibir e difundir ideias audiovisuais sobre o cinema brasileiro contemporâneo, também premiar aqueles filmes que se destacaram em nossa programação. Para tal, foram selecionados três jurados para comporem o Júri Oficial do festival. De diferentes lugares de nosso país, estes três representam segmentos do nosso cinema que, quando juntos e misturados, conseguem dar indicativos de quais foram os filmes mais especiais exibidos em nossas Mostras Competitivas: Mostra Levante e Mostra Animada.

Os prêmios destinados aos filmes serão: Melhor Filme, Prêmio do Especial do Júri e Contribuição Artística. O melhor filme de cada uma das mostras será contemplado com um valor em dinheiro de 1000,00 R$, além do troféu do festival e outros brindes ainda a serem divulgados. Haverá também uma contribuição da plataforma Navega – Rotas Criativas, outro de nossos parceiros. Para cada um dos vencedores do louro de Melhor Filme, será disponibilizado um curso 100% gratuito do Navega.

Estes, são nossos três jurados:

Marco Antônio Pereira

Cineasta brasileiro

Marco Antônio Pereira é natural de Cordisburgo (MG). Tem passagens em festivais como Berlinale, Festival de Brasília, Mostra de Cinema de Tiradentes e Festival de Gramado com os curtas-metragens Alma Bandida (2016), Retirada para um coração bruto (2017), Teoria de Um Planeta Estranho (2019) e 4 Bilhões de Infinitos (2020). Seus filmes fazem parte de uma quintologia que busca explorar o cinema no interior do estado de Minas Gerais, diretamente da mesma terra onde nasceu Guimarães Rosa.

Analu Favretto

Pesquisadora, crítica de cinema e realizadora audiovisual.

Analu Favretto é graduada em Cinema e Audiovisual pela UFPel e mestranda em Comunicação pela UNISINOS. É realizadora, crítica e pesquisadora. Participou de festivais de cinema com filmes próprios e da curadoria da Mostra CineOeste, desenvolvida pelo Sesc (Chapecó). Atualmente desenvolve a pesquisa de título “Corpos Rurais: paisagens, sexualidades e transcendência em filmes de paiol”.

Leonardo da Rosa

Cineasta e produtor audiovisual.

Natural de Taquari/RS, é graduando em Cinema e Audiovisual na Universidade Federal de Pelotas e atua principalmente na área de documentários. Produziu os curtas Um Lugar ao Sul (Gianluca Cozza, 2018) vencedor do prêmio Menção Honrosa no 51° Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, e Flamingos (José Pedro Mello, 2019) para o Canal Futura. É diretor do filme Construção, vencedor dos prêmios de Melhor Filme, Melhor Montagem, Melhor Direção e Menção Honrosa na Mostra Gaúcha do 48° Festival de Cinema de Gramado, além de ter sido selecionado para 31º Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo – Curta Kinofórum. Co-dirigiu, juntamente com Eloisa Soares, o curta Entre sonho e trabalho (2020), selecionado para a Mostra do Filme Livre.


search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close